Trinta anos atrás, o escritor Miguel Sanches Neto fez as malas e caminhou até a estação rodoviária de Peabiru. O jovem aspirante a escritor deixava para trás a infância na pequena cidade no norte do estado para tentar a sorte em Curitiba.

O caminho que levou a tudo o que aconteceu em sua carreira de escritor foi a BR 376, a Rodovia do Café - estrada inaugurada em 1965 como símbolo da integração e do desenvolvimento do Paraná.

Em janeiro de 2014, Sanches decidiu refazer o trajeto, como parte de um projeto batizado de Residência Literária na Rodovia. O escritor saiu de Apucarana e, passando pela região dos Campos Gerais, chegou a Curitiba. Em uma van adaptada para ser seu escritório, ele percorreu cinquenta quilômetros por dia - sem pressa, com tempo para contemplar a paisagem natural e humana que envolve a rodovia. O ponto final do périplo é o lançamento deste livro, relato da experiência em forma de diários, contos e haicais.

Sandro Moser, Gazeta do Povo.

128 pp.

Muitas margens: sete dias na rodovia

R$25,00Preço
  • Autor

    Miguel Sanches Neto

  • ISBN

    9788560499595

0
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

©2016 por Mateus Trevisan